Reviews de games modernos: PLANTS vs ZOMBIES (PC, 2010)

Caros retrogamers, por favor não se assustem: esta nova seção “Reviews de Games Modernos” aqui do Cemetery Games não significa que estamos virando as costas para os nossos amados jogos antigos. Trata-se apenas de uma maneira de trazer a este blog algumas das coisas que estou jogando no momento em sistemas como Xbox 360, PC, Playstation 2, Nintendo DS e PSP. Como muitos desses games serão resenhados de forma comparativa com games antigos (e como existem hoje em dia games que “cruzam a linha” entre o moderno e o retrô), pensei que seria uma boa ideia introduzir mais esta seção aqui no Cemetery Games.

E, para inaugurar nosso pequeno espaço dedicado a games atuais, nada melhor do que um grande sucesso contemporâneo que tem cara de jogo antigo e que, para melhorar, é protagonizado por ZUMBIS! O nome da brincadeira? PLANTS vs ZOMBIES!

Eu já tinha ouvido falar que esse joguinho estava bombando, mas ainda não tinha experimentado jogá-lo até algumas semanas atrás. Por recomendação de um amigo, baixei o demo do game. Só o que tenho a dizer é: CUIDADO! Esse é um dos jogos mais viciantes que eu tive contato em longo tempo, e conhecê-lo pode ser o fim das suas horas livres.


O game foi lançado em 2010 pela PopCap Games, e sua versão completa custa 19,99 dólares no site oficial – mas o jogo está em promoção no Steam, na versão Game of the Year, por apenas U$ 9,90. O demo é bem legal, o suficiente para deixar o jogador ocupado por duas ou três horas, mas depois de ter viciado nessa coisa (e de ter chegado ao fim da versão demo em apenas duas noites) pra mim foi impossível não comprá-lo.

A premissa de Plants vs Zombies é tão absurda quanto divertida. Zumbis estão saindo de um cemitério próximo e tentando invadir a sua casa pelo quintal. A sua única linha de defesa é transformar o pátio numa plantação de bizarras plantas atiradoras, que atacam os mortos-vivos e impedem o avanço deles. Para dispor das plantas, é necessário coletar raios de sol. O conceito todo é um pouco complicado de explicar em palavras, mas a curva de aprendizado é bastante rápida e bastam uns poucos minutos para que o jogador consiga dominar a excêntrica mecânica do jogo.

O jogo foi muito elogiado em todas as suas versões (PC, Mac, Iphone e Xbox Live Arcade), e vem fazendo um sucesso absurdo na versão Iphone, tendo vendido mais de 300.000 cópias apenas nos primeiros nove dias à venda na App Store da Apple. Até o Nintendo DS acaba de ganhar uma versão do jogo, que foi bem avaliada pela crítica.

Enfim, Plants vs Zombies é divertidíssimo, viciante, tem gráficos e sons muito legais, é barato e nada exigente em termos de hardware. Estou rodando perfeitamente o jogo no meu netbook ASUS 1201T (que, embora seja considerado um “super netbook”, tem mais ou menos o poder de processamento de um notebook ou desktop dos mais baratos). Realmente, um joguinho imperdível – que mostra que, em tempos de realismo fotográfico e games ultrarealistas de Xbox 360 e Playstation 3, ainda há espaço para games baseados mais na originalidade e na diversão e menos em gráficos 3D sofisticados.

Um pensamento sobre “Reviews de games modernos: PLANTS vs ZOMBIES (PC, 2010)

  1. Interessante o seu blog, Caveira. Valeu pela dica do Plants vs Zombies, eu sempre curti games no estilo towers defense, e com zumbis fica melhor ainda!

    Eu também possuo um blog de games, chamado Fliperama do Zé Doido: http://fliperamazedoido.wordpress.com Se puder fazer uma visita, eu agradeço. A propósito, eu já linkei nele o seu blog. Obrigado, abraços.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s