TOP 20 – GAME BOY ADVANCE (Parte final)

.

.

STAR WARS TRILOGY – APPRENTICE OF THE FORCE (2004)

O jogo tem seus defeitos, sendo que o mais destacado deles é a repetitividade durante as fases de plataforma. Mas as qualidades falam mais alto: além da jogabilidade estilo Prince of Persia, o game se desenvolve por toda a história da trilogia original de Guerra nas Estrelas. O game começa com Luke como fazendeiro em Tatooine e o leva por toda a jornada até o confronto final com Darth Vader e com o envelhecido Imperador Palpatine. O visual estilizado (uma espécie de cell-shading em 2D) também ajuda. Confesso que é um game que dificilmente cairá nas graças de quem não é fã dos filmes da série, mas para fanáticos por Stars Wars como eu esse game merece ser conferido. Existem vários jogos pra GBA baseados em Star Wars, mas a maioria é uma porcaria. Tirando o excelente Star Wars Episode III – Revenge of the Sith, esse aqui é o melhor deles.

.

.

SPIDER-MAN 3 (2007)

Se tem uma coisa que não dá pra reclamar do GBA é da quantidade de bons games do Homem-Aranha disponíveis para o velho portátil. Além de três games baseados na trilogia de filmes do herói, ainda tem os ótimos Spider-Man – Mysterio’s Menace e Ultimate Spider-Man (evite apenas o fraco Spider-Man – Battle For N.Y). Mas, de todos esse vários bons games estrelados pelo aracnídeo, Spider-Man 3 é o que oferece a melhor combinação de gráficos caprichados, jogabilidade ágil e eficiente e andamento viciante. Além disso, é possivelmente o game do Spider-Man para GBA que mais conta com diferentes movimentos para o herói. O Aranha faz o diabo: sobe pelas paredes, soca, chuta, dispara “tiros” de teia, puxa inimigos com a teia, dá “voadoras” com teia, se pendura, ergue-se em linha reta para cima com a teia (uma espécie de “vôo”) e por aí vai. São 16 fases no total, mas todas curtas e com autosave, o que permite que o jogador avance rumo ao fim mesmo que jogue uns poucos minutos por dia – o que, ao meu ver, é a mecânica ideal para um game de ação em um console portátil. Quer mais? Pois saiba que, nesse jogo, você pode usar o uniforme negro! YEAH! Com a roupa preta, Spidey mata qualquer trombadinha com um único e poderoso web-uppercut (mais ou menos que nem o Scorpion no clássico Mortal Kombat), além de ficar muito mais forte, podendo botar abaixo paredes e portas de ferro. Spider-Man 3 é um dos últimos grandes games do GBA e, provavelmente, um dos games de ação 2D mais interessantes dos últimos anos. Recomendo.

.

.

ZELDA – THE MINISH CAP (2004)

O que dizer desse game? É Zelda, na sua melhor forma, num portátil, com gráficos caprichadíssimos, design maravilhoso, diálogos cômicos e aventura do começo ao fim. É realmente um daqueles casos de unanimidade, pois você irá encontrá-lo em qualquer lista decente de melhores games do GBA de todos os tempos. A meu ver, é o game da série que mais chegou perto do clássico A Link to the Past do Super Nes. Se você tem alguma dúvida sobre o potencial viciante desse game, saiba que ele é o único game da série, até hoje, que eu joguei até o final – pelo simples motivo que é impossível parar de jogá-lo após começar. A menos que você realmente não goste da série Zelda, esse aqui é simplesmente um game obrigatório.

.

.

SUPER GHOULS AND GHOSTS (2002)

Lançado em 1991 para o Super Nes, Super Ghouls and Ghosts se tornou um clássico absoluto do console de 16-bits da Nintendo. Onze anos depois, ele aportou em versão portátil no GBA, mantendo intactas todas as qualidades que fizeram do original um clássico: trilha sonora vibrante, gráficos caprichados, cenários mórbidos e uma dificuldade de arrancar os cabelos. Hoje em dia, jogar esse game num portátil não é mais uma coisa tão impactante, pois existem coletâneas para o PSP contendo todos os três jogos clássicos da série (Ghosts and Goblins, Ghouls and Ghosts e Super Ghouls and Ghosts). Mas, na “Era-GBA”, correr de cuecas por cemitérios num portátil era um prazer sem igual.

.

.

MARIO KART – SUPER CIRCUIT (2001)

E a nossa lista de melhores games de GBA não poderia finalizar de outra forma senão com o mais emblemático e necessário de todos os jogos exclusivos do console: Mario Kart – Super Circuit. Como sabemos, o GBA nunca ganhou um game exclusivo do Mario no estilo plataforma 2D tradicional. No entanto, além de quatro remakes da melhor qualidade (a série Super Mario Advance), Mario estrelou no GBA vários jogos em estilos diversos, como o RPG Mario & Luigi – Superstar Saga e o puzzle Mario Vs Donkey Kong. Mas, de todas essas exclusividades do GBA, nenhuma chega ao patamar desse Mario Kart. Embora o GBA sempre tenha sido considerado um “Super Nes de bolso”, esse é um daqueles games que provam cabalmente que o GBA tinha potencial pra deixar o Super Nes comendo poeira.  O Super Mario Kart original do Super Nes tem o mérito da originalidade e do pioneirismo, é claro. Mas simplesmente não há comparação entre ele e esta versão GBA, que supera – e muito – o original do Super Nes em absolutamente todos os aspectos. Seja jogando sozinho ou no modo 2 players, Mario Kart – Super Circuit proporciona alguns dos momentos mais divertidos que se pode ter com um GBA.

.

.

“PÔ, CAVEIRA, VOCÊ ESQUECEU ESSE, ESSE E AQUELE GAME!”


Chegamos ao final do nosso Top 20 Game Boy Advance, e vocês devem ter reparado que eu cometi várias injustiças. Uma delas foi em relação aos games de corrida do GBA. A trilogia GT Advance, por exemplo, é divertidíssima – e realmente não entrou nesse Top 20 por pouco. Da série, GT Advance 3 é o meu favorito. É um jogo de colecionar carrinhos tanto quanto é “de corrida”, mas vicia pra caramba. Menções honrosas também para F-Zero e para os tecnicamente impressionantes V-Rally 3 e Drome Racers. Falando em “tecnicamente impressionante”, não dá para deixar de mencionar o incrível Driver 3 do GBA, que apresenta gráficos que pareciam impossíveis para o hardware do console. É de babar, parece um bom game do PsOne. Só vendo para crer.


A mais evidente das minhas injustiças, no entanto, é a ausência completa de RPGs na lista. Afinal de contas, o GBA conta literalmente com centenas de bons títulos do estilo, incluindo remakes da melhor qualidade (como Final Fantasy I, II, IV, V e VI; Phantasy Star I, II e III; Breath of Fire I e II; Sword of Mana, etc) e originais como Golden Sun 1 e 2, Lufia – The Ruins of Lore, a série Lord of the Rings e por aí vai. Não tenham a menor dúvida de que o GBA é uma plataforma dos sonhos pra quem curte RPG “old school”. O único motivo pelo qual nenhum jogo do estilo entrou nesse Top 20 é porque essa lista reflete os games que marcaram a minha experiência pessoal com o console, e devo confessar que nenhum RPG do GBA conseguiu REALMENTE me cativar, seja por falta de tempo ou de paciência da minha parte.

De qualquer forma, se você realmente gosta de RPGs estilo 16-bits, fica a dica: separe uma graninha, compre um GBA usado com um cartucho flash regravável e faça a festa!

5 pensamentos sobre “TOP 20 – GAME BOY ADVANCE (Parte final)

  1. Arrasou no Finalizamento!

    Gostei muito da lista. Dá para ver que você seguiu o seu gosto pessoal para desenvolvê-la e não somente o censo comum. Senti falta dos RPGs, afinal Golden Sun é um delícia e Shinning Force I é um remake, mas é ao mesmo tempo exclusivo para GBA. Zelda Minish Cap para mim é o Zelda mais bonito de todos, os melhores gráficos são dele. Um Luxo!

    Parabéns e sucesso!

  2. Também gostei da lista… Não concordo com um ou outro game, mas como você fez o ranking o seu gosto, tá valendo! Parabéns para a lista😄
    Ainda vou fazer uma no DingooBR tbm!

  3. mt boa a lista, como vc esqueceu a série de pokémon? a série que mais marcou no GBA? mas mesmo assim, uma ótima lista

  4. jogo no emulador mais amei a lista cara foi a melhor de todas de todos os sites minha primeira vez no site mais agora vou ver pra sempre esse. site poderia deixar mais links de outras materias tmb

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s